Processo de Soldagem MIG MAG

O processo de soldagem MIG MAG pode ser definido como um processo de soldagem por fusão, que utiliza o calor de um arco elétrico formado entre um eletrodo metálico consumível e a poça. Tanto o arco quanto a poça de fusão são protegidos contra a contaminação pela atmosfera por um gás ou uma mistura de gases.

GMAW (Gas Metal Arc Welding) é a sigla internacional que significa “Gas MetalArc Welding”, ou Soldagem a Arco com Proteção Gasosa e Eletrodo Consumível.

Os gases de proteção usados no processo são a diferença fundamental entre os processos MIG e MAG.

MIG, abreviatura de “Metal Inert Gas”, usa um gás ou mistura de gases inertes

MAG, abreviatura de “Metal Active Gas”, usa um gás ativo ou mistura de gás ativo com inerte.

Um pouco da História

Os primeiros trabalhos com estes processos foram feitos com gás ativo, em peças de aço, no início dos anos 30.

Após a segunda guerra mundial, o processo foi desenvolvido para a soldagem de magnésio e suas ligas e em seguida para outros metais, com gás inerte. O CO2 foi introduzido parcial ou totalmente no argônio para a soldagem de aços.

A soldagem MIG/MAG e com arame tubular foram as que apresentaram o maior crescimento de utilização nos últimos anos no mundo.

Aplicações

O processo MIG é utilizado para a soldagem de:

  • aços-carbono,
  • aços de baixa, média e alta liga,
  • aços inoxidáveis,
  •  alumínio,
  • magnésio,
  • cobre e suas ligas.

O processo MAG é utilizada para a soldagem de:

  • aços de baixo carbono
  • aços de baixa liga

Utilização do Processo MIG MAG

O processo de MIG MAG é empregado na:

  • Fabricação de componentes e estruturas;
  • Fabricação de equipamentos de médio e grande porte, como pontes rolantes, vigas, escavadeiras e tratores,
  • Indústria automobilística,
  • Manutenção de equipamentos e peças metálicas,
  • Recuperação de peças desgastadas,
  • Revestimento de superfícies metálicas com materiais especiais.

Vantagens da soldagem MIG MAG

A grande vantagem do processo MIG/MAG é sua alta produtividade, que advém da elevada taxa de deposição, da alta velocidade de soldagem e do alto fator de ocupação do equipamento/soldador.

Além disso, as seguintes vantagens podem ser citadas:

  •  Processo semiautomático, bastante versátil, que pode ser adaptado para a soldagem automática.
  • Exige menor habilidade do soldador que o processo de eletrodo revestido.
  •  O eletrodo nu é alimentado continuamente, evitando perda de arame.
  •  A soldagem pode ser executada em todas a posições.
  •  Versatilidade em relação ao tipo de material e á espessura de soldagem.
  • Não há formação de escória.
  • A penetração é mais uniforme quando comparado ao processo de eletrodo revestido.
  • A penetração e a diluição podem ser controladas durante o processo.
  • Processo com baixo teor de hidrogênio.
  • Os problemas de distorções e tensões residuais são menores.
  • A visibilidade da poça de fusão é excelente.

Para saber mais informações sobre o Processo de Soldagem MIG MAG, clique aqui.

Para conhecer a linha de Equipamentos BALMER para o processo MIG MAG, clique aqui.